top of page
  • Foto do escritorLABFAZ

LABFAZ - Tecnologia social se expande



O contínuo desenvolvimento e aperfeiçoamento são o combustível para a expansão de uma Tecnologia Social e o LABFAZ - Laboratório dos Saberes e Fazeres Técnicos da Economia Criativa, realizado pelo  Instituto PALCO Cultura, é um exemplo disso. Entramos na quarta fase, que vai até junho de 2024, com os mesmos propósitos e objetivos, mas aprimorando a nossa forma de atuar de modo a ampliar o nosso alcance, a nossa eficiência e eficácia em benefício das pessoas da técnica.

E quais são os principais objetivos do LABFAZ? Disponibilizar uma ferramenta tecnológica desenvolvida exclusivamente para o nosso público, de forma continuada, conquistar temporadas mais duradouras de execução, de modo a manter a oferta das atividades formativas e a  qualificação e formalização de profissionais do mercado de eventos. 

Nesse sentido, identificamos os principais desafios da técnica a partir de seis frentes de trabalho ou eixos de atuação que convergem para o fortalecimento do setor: 1) Políticas públicas (locais e nacionais); 2) Segurança no trabalho; 3) Formação técnica; 4) Gestão e Formalização; 5) Projetos e Editais; e 6) Acessibilidade, Diversidade, Equidade e Inclusão. Eles serão abordados através de Cursos Livres, Cursos IATEC, Cursos SESI, Mentorias, Masterclass, Lives e Papos de Backstage. Assim, o LABFAZ espera ampliar ainda mais a inserção do backstage no rol das políticas públicas do Distrito Federal, com o devido reconhecimento no mercado de eventos.

Para a materialização disso são indispensáveis as parcerias que conquistamos com a potência da unidade e identidade de princípios e propósitos, por isso, nesta temporada estaremos em diferentes fóruns, ambientes institucionais e territórios, a exemplo do Comitê de Cultura do Distrito Federal, um dos 27 criados pelo Ministério da Cultura para a formação e desenvolvimento de políticas de formação, organização e letramento institucional e para o acesso direto, nos territórios,  às políticas públicas, de modo geral, e especificamente às políticas do Ministério da Cultura. Para esse fim se juntaram no distrito Mobile/LABFAZ, MAPATI, Rosa dos Ventos, NO Setor e Jovem de Expressão - cada uma contribuindo com sua expertise, mas com unidade na ação. A nossa participação se dá institucionalmente graças à parceria com a Mobile, para atuar na oferta de cursos e conteúdos produzidos pelo LABFAZ e tem a participação do coordenador de conteúdos do LABFAZ também na interlocução/articulação territorial no processo de mobilização para a programação do comitê.

Outra parceria estabelecida nesta fase é com o projeto escrito pelo técnico da ANTE (Articulação Nacional dos Trabalhadores em Eventos, coordenada por Alê Capone, Diretora Geral do LABFAZ), apresentado e realizado pela OSC ACESSO de Mapeamento das Atividades Econômicas dos Trabalhadores da Cultura (CBO e CNAES) do backstage da Cultura e de eventos, um projeto que se constitui como base para a elaboração, aprovação e regulamentação de uma política nacional para o setor e para o mercado de eventos no Brasil com a criação de um  marco legal. É bom lembrar que o LABFAZ realizou o I Fórum Nacional das e dos trabalhadores em eventos, que criou a Articulação Nacional do/as Trabalhadores em Eventos e co-realizará o II Fórum Nacional das e dos Trabalhadores em Eventos. 

Outro ponto alto desta temporada é a metodologia que dialoga e aprende com as temporadas anteriores e com os e as parceiras (SESI, IATEC, etc) e, com base nisso, define bem os recortes e ações formativas, além de estar pronto para receber pessoas com deficiência, oferecendo os recursos de acessibilidade e inclusão necessárias quando solicitado.

Por isso, o que todes podem esperar da quarta fase – abrindo canais, construindo pontes, pavimentando caminhos para a política pública, como é a missão do LABFAZ, uma tecnologia social que se expande, porque corresponde às necessidades estruturais do mercado, e mais atende porque se expande. Afinal, serão mais de 600 horas/aula de atividades formativas totalmente gratuitas! Então, boa maratona LABFAZ 2024! 

23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page